Paços de Ferreira irá, em 2019, voltar a ter uma prova de ciclismo de estrada. Este evento é organizado pela nossa equipa, em colaboração com a Associação de Ciclismo do Porto, Federação Portuguesa de Ciclismo, e a Câmara Municipal de Paços de Ferreira.

Esta será a primeira prova pontuável para a Taça de Portugal do escalão de Cadetes (jovens entre os 14 e os 16 anos), e conta com a presença de todas as equipas de ciclismo da zona Norte e Centro. Para o evento contamos com cerca de 80 corredores, que percorrerão 2 voltas ao circuito de 33km.

O circuito irá passar pelas freguesias de Paços de Ferreira, Frazão e Arreigada, Seroa, Penamaior, Meixomil, Carvalhosa, Figueiró, Raimonda, Freamunde, Ferreira, e novamente Paços de Ferreira. A concentração será no parque urbano de Paços de Ferreira, local escolhido também para acolher a partida e chegada da prova.

A prova visa homenagear uma pessoa que muito deu ao ciclismo, e representou muito bem a nossa terra, que é o Sr Manuel Sousa, o qual conseguiu não só construir um excelente palmarés enquanto atleta, e participou várias vezes na Volta a Portugal, mas também dinamizou bastante o ciclismo através de várias atividades após terminar a carreira, tendo até sido responsável por uma antiga equipa de ciclismo em Seroa, nas décadas de 80 e 90.

As nossas expectativas são que o evento seja um sucesso ao nível organizativo, nomeadamente ao nível da segurança, na qual queremos apostar forte. Temos ao dispor uma excelente logística, com condições que nos permitem afirmar que tem tudo para ser um sucesso. Esperamos que haja um bom espetáculo desportivo e competitividade entre os atletas, uma vez que procuramos criar um percurso de dificuldade intermédia, e com alguns pontos de interesse pelo meio, nomeadamente duas metas volantes.

A nossa missão ao criar este projeto é também reavivar a chama do ciclismo neste concelho, e mostrar à população que estamos presentes, divulgando também o nosso clube e a nossa escola de ciclismo, contribuindo ao mesmo tempo para a promoção do desporto, em especial nos grupos etários mais jovens, que são aqueles com os quais a nossa equipa procura trabalhar.

No dia 24 de Março, pelas 9h30min será dada a partida oficial para esta prova, a qual contamos com a presença de todos aqueles que, sejam amigos, amantes ou simpatizantes do ciclismo, queiram voltar a sair à rua e vibrar com a modalidade, tal como nos velhos tempos, transmitindo também este gosto para as gerações mais novas.

Abaixo seguem informações técnicas sobre a prova:

Corredores inscritos: 79

Equipas Inscritas – 16:

  • Aluminios Cortizo Anova (Espanha)
  • BMC/ Póvoa de Varzim/CDC Navais
  • C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor
  • CCMC-Clube Ciclismo Macedo de Cavaleiros
  • EFAPEL – Escola Ovar
  • Fortunna / Maia Formação
  • Maiatos
  • NRV – Academia de Ciclismo
  • SC Bike Team
  • Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact
  • Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel
  • Talho do Povo / S. Pintos-Ramalde
  • Tensai / Sambiental / Santa Marta
  • União Ciclismo da Trofa
  • Vilanovense / COREVA / DUOREP
  • Vito/Feirense/PNB

Prémios Alusivos ao evento:

  • Camisola Amarela Município de Paços de Ferreira
  • Camisola Verde Grupo Martins
  • Camisola Laranja Junta de Freguesia de Seroa
  • Camisola Branca Remax Atitude
  • Troféu para os 5 primeiros classificados individuais
  • Troféu para as 3 melhores equipas

Meios logísticos destacados para este evento

  • 1 moto fotógrafo
  • 1 moto reportagem vídeo
  • 1 moto comissário
  • 1 moto ardósia (informação de tempos)
  • 3 moto bandeira amarela
  • 2 bandeira amarela apeados
  • 2 Carros vassoura
  • 2 Veículos forgão de apoio à organização
  • 5 carros de comissário de prova
  • 1 viatura de apoio neutro
  • 1 viatura médico de prova
  • 2 ambulâncias
  • 72 a 74 elementos da GNR apeados
  • 10 a 12 motos batedoras da Brigada de Trânsito
  • 1 Viatura batedora brigada de Trânsito
  • 1 Camião pódio
  • 16 carros de apoio das equipas participantes

Mais de 120 pessoas envolvidas na organização, fora as 16 equipas e os respectivos atletas, membros do staff das mesmas, e os pais dos atletas.

Este é um evento que envolve uma grande escala logística, o qual nós, enquanto organização, gostaríamos de contar com o apoio e compreensão de toda a população, para que respeitem as indicações das forças de segurança, e caso sejam mandados parar para passar o ciclismo, saiam das viaturas e possam aplaudir estes jovens, para que o espectáculo desportivo possa ocorrer de forma a ser um sucesso. Porque hoje são ciclistas desconhecidos, mas quem sabe um dia pode o vosso filho ou um familiar querido que esteja a participar numa prova.

O ciclismo, particularmente o de estrada, por ser um desporto praticado na via pública, acarreta sempre alguns condicionalismos de segurança, daí que é essencial o apoio de toda a população, para que possamos dar novamente voz ao ciclismo no nosso concelho.